Chupeta ortodôntica ou convencional? Entenda porque nenhuma é ideal

0 Flares Facebook 0 Email -- 0 Flares ×

Em bebês a sucção é essencial, pois é através dela que ele sacia suas necessidades nutricionais, psicológicas e emocionais, além disso, a sucção faz parte do desenvolvimento inicial do sistema psicomotor.

O ideal é que a amamentação natural ocorra de forma plena, sem o uso de chupetas ou mamadeiras, pois estes objetos podem levar a um desmame precoce, principalmente se forem utilizados nos primeiros meses de vida.

Quando a chupeta é utilizada, recomenda-se que seu uso seja o menor possível, apenas para dormir, e quando a criança adormecer, que a mesma seja removida.

Ainda, deve-se evitar uso de chupetas com argola e de prendedores, pois além de deixarem a chupeta acessível para o bebê, aumentam o peso do objeto potencializando os danos causados.

Não existe um modelo que não cause dano, isto porque, os problemas gerados irão depender do tempo que a criança faz a sucção, da frequência e da intensidade com que chupa. Modelos menores, que apresentam o pescoço da chupeta mais fino e com o bico chato parecem causar um dano menor.

Se o hábito existe, o ideal é que ele seja descontinuado o quanto antes, principalmente nos casos em que já se observa alteração na mordida da criança. Recomenda-se que entre um ano e meio a dois anos seja a época ideal para isto ocorrer. Pois nesta época a necessidade de sucção diminui ou muitas vezes já é inexistente e, além disso, o apego à chupeta normalmente é menor (isso se os cuidados de uso restrito tiverem sido tomados).

Prologar o hábito de sucção da chupeta pode trazer danos sérios para a arcada dental da criança, como mordida cruzada ou mordida aberta. A mordida aberta anterior, ainda pode ocasionar a interposição lingual, ou seja, a criança começa a falar e engolir com a língua numa posição errada, mais para frente.

A orientação de um Odontopediatra é essencial para que se evite o uso da chupeta ou para que a utilização seja racional, de forma a minimizar os danos. Todo esforço para que a criança não adquira o hábito de chupar chupeta será recompensado com a prevenção de problemas futuros relacionados a uma possível deformidade na face.

0 Flares Facebook 0 Email -- 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *