Gengivite Infantil: O que você precisa saber?

0 Flares Facebook 0 Email -- 0 Flares ×

A gengivite, também chamada de doença periodontal, é uma vilã da saúde bucal, e é bastante conhecida entre os adultos. E como geralmente é derivada de uma higiene bucal deficiente, infelizmente ela não atinge apenas os mais crescidos. Aliás, é cada vez mais comum crianças com dentes permanentes sofrem com a gengivite infantil, e é desse problema que falaremos hoje.

É importante lembrar que o problema pode ser evitado, já que, como mencionamos, na maioria dos casos ele surge por conta da negligência da higiene da cavidade oral. Para prevenir esta doença, pais e odontopediatras têm papel essencial no acompanhamento da criança.

O que é gengivite?

A gengivite sempre começa com uma simples inflamação no tecido que envolve o dente. Essa inflamação é caracterizada por vermelhidão e às vezes sangramento, seguido de desconforto.

Muitos pais só percebem a gengivite quando a criança não se alimenta direito e reclama de dores nos dentes. Por isso, é importante sempre estar observando a condição bucal dos pequenos.

Quando não tratada, a gengivite pode avançar para casos extremos e destruir o tecido ósseo que dá suporte aos dentes, podendo até mesmo comprometer a manutenção do dente na boca.

Como as crianças podem adquirir a gengivite?


A doença periodontal surge do acúmulo de restos de alimentos ao redor dos dentes, criando a conhecida placa bacteriana e, consequentemente, a inflamação. Portanto, como ela é uma doença diretamente relacionada à má higienização, algumas atitudes podem funcionar como fatores de risco. Esses são os principais:

  • Consumo de lanches ao longo do dia sem que a criança faça a devida escovação dos dentes em seguida:
  • Falta da higienização dos dentes  após a ingestão de muito açúcar (balas, sorvetes, chocolates, refrigerantes, etc):
  • O consumo de comidas com muito amido de milho (salgadinhos, batata frita e etc) 
  • Má higienização dos dentes.

Como evitar a gengivite infantil?

O melhor remédio continua sendo a prevenção. Com uma coordenação motora ainda não desenvolvida, as crianças não
possuem a capacidade de realizar uma higiene bucal eficiente. Assim, os pais devem participar desta limpeza pelo menos uma vez por dia, até que a criança tenha por volta de 9 anos.

Mas uma atitude importante, e às vezes deixada de lado, é a visita periódica ao dentista. No caso das crianças, o odontopediatra é o profissional mais adequado, já que ele é o especialista nos cuidados com a saúde bucal dos pequenos.

Conheça as melhores práticas preventivas contra a gengivite Infantil:

  • Estabeleça bons hábitos de higiene oral desde muito cedo. A primeira visita ao odontopediatra pode  ser feita antes mesmo do nascimento da criança.
  • Após o nascimento, assim que os primeiros dentinhos irromperem, você pode começar a usar creme dental infantil na higienização. Quando os espaços entre os primeiros dentes se fecharem, você também já pode usar fio dental. Aliás, essas orientações também serão passadas a você por seu odontopediatra.
  • Seja um bom exemplo. De nada adianta cobrar uma boa limpeza dos dentes dos seus filhos se você não pratica o próprio conselho.
  • Agende consultas regulares para o seu filho com o seu odontopediatra de confiança.

Qual é o tratamento para a gengivite infantil?

Antes de mais nada, pais devem ficar atentos à escovação e limpeza dos dentes das crianças para poder observar os sintomas da doença. Vermelhidão, inchaço e sangramento são sinais claros de que a saúde bucal da criança está precisando de atenção.

Nesse caso, ao identificar sinais de gengivite infantil, os pais devem levar os filhos até o odontopediatra de confiança, que já acompanha a criança.

O profissional iniciará um tratamento  com profilaxia profissional (limpeza dos dentes) e fará a orientação sobre os tratos em relação à higiene oral. A limpeza feita em consultório vai agilizar o processo de cura.

No final das contas vale ressaltar que para se ter uma saúde bucal impecável, não tem muito segredo: basta seguir uma boa dieta, seguida de uma excelente higienização e do acompanhamento com o seu dentista. Fácil, não é mesmo?

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente e agende uma consulta para seu filho!

 

0 Flares Facebook 0 Email -- 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *